IICT ACTD

Julbernardia globiflora (Benth.) Troupin

Julbernardia globiflora (Benth.) Troupin
Document type: Xylotheque Document
Collection: Moçambique (Jardim) - Xiloteca  

Nome Científico Julbernardia globiflora (Benth.) Troupin
Origem Moçambique (Jardim)
Família Leguminosae (Caesalpiniaceae)
Nome Vernaculo
1.Tchongo
2.Muminha
3.M'pagala
4.M'pacala
5.Mepagala
6.Tamba
7.Mutondo
8.Muimbe
9.Pacala
10.Mecapala
11.Bombo
12.Uacuane
13.Nacuane
14.Muwa
15.Mchenga
Nomes Vernáculos e Comerciais MOÇAMBIQUE: Tchongo; Muminha; M'pagala; M'pacala; Mepagala; Tamba; Mutondo; Muimbe; Pacala; Mecapala; Bombo; Uacuane; Nacuane - NOMES ESTRANG.: (África): Muwa; Mchenga
Distribuição Geográfica África Tropical, ao Sul do Equador
Árvore Pequena árvore até 12m de porte, raras vezes um pouco mais alta; copa sub-horizontal; decídua; casca acinzentada, lisa, nos ramos novos, no tronco e nos ramos mais velhos cinzento escura e rugosa; folhas paripinuladas, normalmente; folílos 4 a 6 pares, coriáceos, pubescentes, oblongo-elípticos, base oblíqua, com 3 ou 4 nervuras saídas do ângulo basal, margem esbranquiçada pubescente, folhas dos ramos muito mais curtas e folíolos mais estreitos; panículas amplas, froxas; ramificações espiciformes; vagem lenhosa, comprimida, cinzento aveludada quando nova, falva quando madura; sementes normalmente 2 a 3, arredondadas, comprimidas.
Observações Em Moçambique, o N.V. "Tamba" é também dado às "Brachystegia"
Obervações Utilisação travessas de caminho de ferro, necessita contudo de ser tratada contra insectos xilófagos (31). Possivelmente carpintaria, marcenaria, construção civil (169). Casca taninosa; flores melíferas (59).
Origem das Amostras Serviços de Agricultura e Florestas de Moçambique
Sinónimos
1.Brachystegia globiflora Benth.
2.Isoberlinia globiflora (Benth.) Hutch.
3.Berlinia globiflora (Benth.) Harms.
4.Pseudoberlinia globulifera (Benth.) Harms.
Habitat e Ecologia Zona litoral e um pouco na sub planáltica; floresta aberta, associada em geral com diversas espécies de "Brachystegia".
Madeira aspecto macroscópico e outras características Madeira nem sempre diferenciada; o borne quando existe é de cor castanho clara, o cerne em geral pequeno, umas vezes apresenta o limite nítido por linha mais ou menos regular, outras a distinção é gradual pela diferença do tom castanho para o avermelhamento; pouco e desigualmente lustrosa; textura heterogénea; dura, pesada (d=0,855 a 0,877); camadas de crescimento distintas; poros raros (3/mm2), visíveis, em grande parte abertos, com tendência para se disporem no sentido paralelo ao das camadas de crescimento, isolados e agrupados, de forma elíptica e ovais; parênquima distinto, paratraqueal, circunvascular e marginal, escassa a mediaqnamente abundante; raios bastabte finos e abundantes (10/mm) (31). Muito atacada pelos insectos xilófagos (59).
Material para Estudo Xiloteca Moçambique: amostra XU. 2/68/18
 
 
Access Statistics: 482 Abstract Views Detailed Statistics
Created: Tue, 08 Oct 2013, 17:50:13 WET by Administrator. Detailed History