IICT ACTD

Artocarpus communis I. R. Et Forst.

Artocarpus communis I. R. Et Forst.
Document type: Xylotheque Document
Collection: Timor (Jardim) - Xiloteca  
Attached Files
Name Description MIMEType Size Downloads
n0043macro_alt.jpg   macro_alt image/jpeg 286.66KB 7

Nome Científico Artocarpus communis I. R. Et Forst.
Origem Timor (Jardim)
Família Moraceae
Nome Vernaculo
1.Phirangi panas
2.Firangi panas
3.Sucúne capasse
4.Sucúne radjá
5.Naunu
6.Naúne lacu (var. n. Sem.)
7.Sucúne bidai
8.Lacuf
9.Naune mafua (var. sem.)
10.Árvore do pão
11.Breadfruit tree (var. n.s.)
12.Artocarpe
13.Arbol de pan
14.Fruta pom
15.Fruta pão
16.Pau fruta
Nomes Vernáculos e Comerciais GUINÉ: Fruta pom - S.TOMÉ: Fruta pão; Pau fruta - ÍNDIA: Phirangi panas; Firangi panas - TIMOR: Sucúne capasse; Sucúne radjá; Naunu; Naúne lacu (var. n. Sem.); Sucúne bidai; Lacuf; Naune mafua (var. sem.); Árvore do pão - N. COMERC. E ESTRANGEIRO: Breadfruit tree (var. n.s.); Breadnut tree (var. s.); Artocarpe; (Ai leci ?); Arbol de pan
Distribuição Geográfica Originária da Oceania. Aclimatada em todos os países tropicais
Árvore Árvore de 15 a 20 m. Do tronco, cinzento, mais ou menos liso, exsuda um líquido leitoso, espesso e viscoso. Fôlhas alternas, grandes, profundamente 5-7 lobadas, de côr verde intenso na página superior, coreáceas. Flores dioicas, as masculinas formando amentilhos e as femininas reunidas em inflorescências esféricas. Os frutos (mais propriamente soroses) atingem por vezes grande tamanho e peso.
Observações Os exemplares de herbário e as amostras da madeira não foram obtidos da mesma árvore. A amostra S nº 3, parece constituida apenas de borne, de acordo com a descrição obtida atravez da bibliografia (39 A). A amostra I 7/24 poderá ser A. hirsuta.
Obervações Utilisação Própria para construção naval e civil, tabuados, canôas, marcenaria e instrumentos musicais (39A. Raiz vermifuga e a emulsão das sementes para doenças do aparelho urinário (39 A). Folhas e frutos forraginosos (59). A substância viscosa que exsuda do tronco é empregada para vedar as juntas das canôas (59).
Origem das Amostras S. Tomé (Uba budo); Sociedade de Geografia de Portugal
Sinónimos
1.A.incisa L. F.
2.Radermachia incisa Thunb.
3.A. altilis (Park.) Fosb.
Habitat e Ecologia Zonas intertropicais abaixo de 700m. Floresta secundária.
Madeira aspecto macroscópico e outras características Borne espesso de (8 cm) côr amarelo acastanhado claro, leve e pouco durável (39 A). Cerne amarelado em corte recente escurecendo ao ar tornando-se castanho; muito resistente; grão grosseiro formado de fibras desenvolvidas em espigas muito alongadas, um pouco acetinadas (39 A). Fácil de trabalhar e susceptível de bom polimento. Dens = 0,47 a 0,49. Resistente aos xilófagos (cerne).
Material Para Estudo Herborizado Guiné: S/colector S/nº.Esp. Santo nº 1096.Cabo Verde: B. Sem. E P. Silva nº28. S. Tomé: Moller nº 158. Angola: M. da Silva nº 205
Material Para Estudo Museu India: amostra nº I 7/24
Material para Estudo Xiloteca S.Tomé: amostra nº 3. Timor: amostra S.G. 14118
 
 
Access Statistics: 33 Abstract Views, 7 File Downloads Detailed Statistics
Created: Tue, 08 Oct 2013, 17:50:13 WET by Administrator. Detailed History
Preview (click the image for a larger version)