IICT ACTD

Alstonia scholaris (L.) R. Br.

Alstonia scholaris (L.) R. Br.
Document type: Xylotheque Document
Collection: Timor (Jardim) - Xiloteca  

Nome Científico Alstonia scholaris (L.) R. Br.
Origem Timor (Jardim)
Família Apocynaceae
Nome Vernaculo
1.Lete
2.Ai hánec
3.Roti
4.Pau labo
5.Saintvin
6.Tienped
7.Dita
8.Taba'a
9.Suala
10.Pulei (White)
11.Chees wood
12.Santone
13.Santeno
14.árvore de Santana (Índia Port.)
15.Satiàna
16.Mukampala
17.Pulai
18.Mo cua
19.Shaitan
20.Palmira Alstonia
21.Jelutong
22.Milkwood
23.Aitong
24.White Cheesewood
25.Tiengped
Nomes Vernáculos e Comerciais TIMOR. Lete; Ai hánec; Roti; Pau labo - ÁSIA. Saintvin; Tienped; Dita; Taba'a; Suala; Pulei (White); Chees wood; Santone; Santeno; árvore de Santana (Índia Port.); Satiàna; Mukampala; Pulai; Mo cua; Shaitan; Palmira Alstonia; Jelutong, Milkwood; Aitong; White Cheesewood; Tiengped;
Distribuição Geográfica
1.Ásia
2.África
Árvore Árvore de 25-30 m, sempre verde; casca cinzento esverdeada, rugosa; lactescente; fôlhas oblingas ou obovado oblongas, obtusas no vértice, agudas na base, inteiras, coriáceas, glabras, verde brilhantes na pag. Sup., esbranquiçadas na inferior; flores verde claras, dispostas em umbela; folículos longos; sementes chatas e oblongas, cobertas de "carepa" nas extremidades.
Observações A amostra T-3 estava classificada como "Cassia javanica" mas incorrectamente. Trata-se de na realidade duma "Apocynaceae". A amostra de Timor T-4, estava incorectamente classificada. Trata-se duma "Leguminosae", provavelmente "Cassia fistula".
Obervações Utilisação Construção civil ligeira, forros e divisórias, paus de fósforos, encaixes de ardósias escolares, caixas, escultura, ataudes, baínhas de espadas. Tem usos medicinais (adstringente, anti febrífugo, etc.).
Origem das Amostras Serviços Oficiais de Timor
Sinónimos Echites scholaris Roxb.
Habitat e Ecologia Pequena e média altitude; margens das ribeiras, em solos com águas superficiais.
Madeira aspecto macroscópico e outras características Madeira clara, côr de palha, inodora e com gosto amargo; textura fina; macia; muito leve (d=0,41); camadas de crescimento pouco distintas; poros numerosos, na maioria agrupados radialmente, de tamanho pouco variável e medianamente largos, com tendência a disporem-se radialmente, com algumas inclusões; parênquima medianamente abundante, metatraqueal e em faixas tangenciais e também algum justavascular; raios de largura variável, medianamente numerosos. Boa de trabalhar. Não durável.
Madeira clara, côr de palha, inodora e com gosto amargo; textura fina; macia; muito leve (d=0,41); camadas de crescimento pouco distintas; poros numerosos, na maioria agrupados radialmente, de tamanho pouco variável e medianamente largos, com tendência a disporem-se radialmente, com algumas inclusões; parênquima medianamente abundante, metratraqueal e em faixas tangênciais e também algum justavascular; raios de largura variável, medianamente numerosos. Boa de trabalhar. Não durável.
Material para Estudo Xiloteca Timor. Amostra T-3 Austrália: amostra 579/103
 
 
Access Statistics: 35 Abstract Views Detailed Statistics
Created: Tue, 08 Oct 2013, 17:50:13 WET by Administrator. Detailed History