IICT  

[Álbum fotográfico nº19] Missão Hidrográfica de Angola 1936-1941, vol.1

Missão Hidrográfica de Angola, criada pelo Decreto 26 888, de 14 de Agosto de 1936. Nesse mesmo mês, o “Beira” passou a navio hidrográfico e foi destinada à missão hidrográfica de Angola, resultado da colaboração tripartida entre os Ministérios da Marinha e das Colónias e o Governo de Angola. O navio chegado a Luanda em Novembro de 1936, iniciou os seus trabalhos no ano seguinte dando apoio aos trabalhos de hidrografia nos portos de Luanda e Lobito e Baía Farta. Em 1938, nos portos de Mossâmedes, Benguela e Baía dos Elefantes. No ano de 1939, nos portos do Cuío, Porto Amboim e Baía de Santa Maria. Em 1940, na Baía das Luciras e, finalmente, em 1941, nas baías de Baba e de Porto Alexandre. A utilização do navio possibilitou à Missão Hidrográfica de Angola produzir, num curto espaço de tempo, a carta hidrográfica nº. 309, (desde a foz do Rio Cubal da Hanha até ao Cabo de Santa Maria), a carta nº. 310 (desde o Cabo de Santa Maria à Baía de Baba) e ainda os planos hidrográficos das baías de Luanda, Lobito, Benguela, Farta, dos Elefantes, de Santa Maria e de Porto Amboim e dos portos do Cuío e de Mossâmedes. Após cinco campanhas hidrográficas, cujo alcance se revelou da maior importância em termos económicos e também para a soberania portuguesa em Angola, o navio hidrográfico “Beira” foi, em 1 de Setembro de 1941, abatido ao Efectivo dos Navios da Armada. in Revista da Armada, n.º 459, Janeiro 2012. Levantamento efectuado pela Missão Hidrográfica da Colónia de Angola. 1939. N. H. "Beira". Cap. Ten. engº hidgº Manoel Afonso Dias, Cap. Ten. engº hidgº Ernesto da Fonseca Lourenço, 1º Ten. eng. hidgº Manoel Pires de Matos, 1º Ten p.a. António Guerreiro Telo Pacheco, 2º Ten. Eugénio Ferreira de Almeida, 2º Ten. João de Arantes e Oliveira; Local: Angola; Data: 1936-1941

Resultados ( 276 encontrados )

Subscribe to the RSS feed for this result setSubscribe to the RSS feed for this result set

Página 1 de 6

Páginas:    1 2 3 4 5 6  seguinte › última »

  Abstract Views File Downloads
(1936). N. H. "Beira" na baia sofrendo os ultimos preparativos.. 35 2
(1936). N. H. "Beira" regulando as agulhas antes da partida.. 15 3
(1936). N. H. "Beira" em S. José de Ribamar pronto para a partida.. 12 1
(1936). N. H. "Beira" no porto do Funchal.. 16 4
(1936). N. H. "Beira" no porto do Funchal.. 15 2
(1936). A baía do Funchal.. 19 4
(1936). O velho "Cinco de Outubro" fazendo-se ao mar.. 16 2
(1936). N. H. "Beira". A guarnição que conduziu o navio a Angola.. 24 28
(1936). Olhando os mares de Dakar.. 12 3
(1936). O consul português em Dakar.. 13  
(1936). Embarcação em Free-Town. No rio.. 8 1
(1936). Free-Town [Freetown]. O "bom coração do guarda marinha.. 11  
(1936). Free-Town [Freetown]. Passeando pelas ruas da cidade.. 13 3
(1936). Free-Town [Freetown]. Vendedores em volta do navio.. 7  
(1936). Dakar. O consul de Portugal entre os oficiais do navio.. 11 5
(1936). Free-Town [Freetown]. Uma curiosa embarcação atravessa o rio.. 4  
(1936). À saída de Free-Town embarca-se carvão no convés.. 7  
(1936). Rio Zaire. O N.H. beira fuma, forte para entrar no rio.. 16 4
(1936). Rio Zaire. O "Miguel" cumprimenta a Missão.. 14 2
(1936). Luanda. O "Cunene" fundeado na baía.. 11 2
(1936). Luanda. Finda a longa viagem o navio fundeia em Luanda.. 20 4
(1936). Retocando o marco "Altinho".. 7  
(1936). O marco "Altinho em acabamentos.. 14 23
(1936). Construção do marco geodésico "Lagostas".. 25 5
(1936). Luanda. O marco "Boa Vista" depois de pronto.. 11 4
(1936). Luanda. O marco "Lagostas" com o seu alvo.. 17 1
(1936). Luanda. Lindo exemplar de imbondeiro.. 11 1
(1936). Marco "Samba" depois de melhorado pela Missão.. 16 3
(1936). Marco "Radio" depois de melhorado pela Missão.. 9 22
(1936). O marco "Restinga" depois de completado.. 12 4
(1936). Luanda. Levantando o alvo do marco "Altinho".. 11 1
(1936). Luanda. Observações no marco "Enrocamento".. 16 23
(1936). Luanda. O caraterístico Môrro das Lagostas.. 15  
(1936). Luanda. Aspecto da costa proximo do Môrro das Lagostas.. 12 3
(1936). Cabeço da Baleia. Em reconhecimento o N. H. "Beira" fundeia na baía.. 16 1
(1936). Cabeço da Baleia. Operações de reconhecimento hidrográfico.. 13 1
(1936). Baía de Santa Maria. Em reconhecimento o N. H. "Beira" fundeia na baía.. 18 4
(1936). Cabo de Santa Maria. Junto ao padrão em operações de campo.. 19 5
(1936). Cabo de Santa Maria. Desembarque das operações de reconhecimento.. 19 3
(1936). Lobito. Bem portuguesa ergue-se elegante a egreja [igreja] do Lobito.. 26 7
(1936). Lobito. A calêma do SW. ataca a Restinga do Lobito proximo da ponte.. 26 12
(1936). Luanda. O António Nansuca na sua nova farda.. 14 1
(1936). Lobito. A capelinha de Nossa Senhora da Arrábida.. 26 5
(1936). O "fumuete" Antonio Bóle com o seu fato novo.. 14 2
(1936). Lobito. O perigo de algumas casas em ocasião de calêmas.. 25 5
(1936). Lisboa. A Restinga é duramente castigada com as calêmas.. 17 2
(1936). Lisboa. Quando o "Colonial" deixa o cais, toda a gente diz "adeus".. 17 3
(1936). Lisboa. No cais da C.C.N. no dia do embarque da Missão.. 14 3
(1936). Luanda. O "Dande" depois de pronto faz a ultima experiência.. 16 1
(1936). Luanda. A Missão foi enriquecida com a compra da "carrinha". 21 7

Página 1 de 6

Páginas:    1 2 3 4 5 6  seguinte › última »