IICT ACTD

Depoimento de Luís Crespo de Carvalho

Depoimento de Luís Crespo de Carvalho. 2009-12-11.
Document type: MO multimedia
Collection: Memória oral  
Attached Files
Name Description MIMEType Size Downloads
ACTD_Depoimento_LCC.pdf   Depoimento LCC application/pdf 258.70KB 44
LCC.mp4   Video video/mp4 65.84MB 110

Título Depoimento de Luís Crespo de Carvalho
Entrevistado Luís Crespo de Carvalho
Biografia Resumida Nasceu em Vila Fernando (Guarda) em 1926. Licenciado em Ciências Matemáticas e Engenharia Geográfica, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1949 e 1950), foi destacado militante da Juventude Universitária Católica. Entre 1960 e 1965, leccionou e dirigiu estabelecimentos de ensino liceal em Gouveia, no Barreiro e em Lisboa. Foi topógrafo nos Açores (1953-56), oceanógrafo na Baía dos Tigres, Angola (1956-57), cartógrafo em Angola (1958-59) e geodeta na Missão Geográfica de Angola (MGA), de 1965 a 1975. Executou e/ou dirigiu levantamentos aero-fotogramétricos, nomeadamente da mancha cafeícola da empresa CADA - Companhia Angolana de Agricultura, na Gabela, Angola (1958-59), da bacia hidrográfica do Zambeze, Moçambique (1959) e do médio Quanza, Angola (1963). Colaborou intensivamente no levantamento geodésico de Angola, integrado na MGA, nas disciplinas de triangulação, nivelamento, astronomia e gravimetria (1965-75). Em 1993, aposentou-se como investigador do Centro de Geodesia do IICT. (Vd. Luís Crespo de Carvalho, Geógrafo das sete partidas: memórias africanas, Covilhã, imp. Notícias da Covilhã, 1998. Faleceu em Mem Martins, Algueirão, a 5 de Setembro de 2013.
Resumo Nesta entrevista, Luís Crespo de Carvalho fala do contexto familiar e da sua infância e adolescência passadas entre a Guarda, a Covilhã e Santo Tirso, onde completou o ensino secundário no Colégio dos Caldinhas, dos Jesuítas. Em 1944 ingressa na Faculdade de Ciências na Universidade de Lisboa e cursa engenharia geográfica. Fala dos professores e das disciplinas mais interessantes e descreve o ambiente académico daquela época, nomeadamente as lutas estudantis. O seu envolvimento na Acção Católica é também referido, nomeadamente as acções de assistência às populações carenciadas. Inicia a sua actividade, enquanto engenheiro geógrafo, na Brigada da Missão dos Açores do Instituto Geográfico Cadastral (IGC), onde permaneceu 3 anos. Mais tarde, refere a sua ida para Angola, para a região do Namibe, ao serviço da Brigada de Estudos Oceanográficos e relata os trabalhos desenvolvidos com o objectivo de estudarem a instalação de um novo porto. Trabalhou noutras regiões de Angola, ao serviço quer do IGC, quer de outras empresas e organismos, como a Mineira do Lobito, a ARTOP, ou a Companhia Angolana de Agricultura. Conta que foi nesse contexto que conheceu Amílcar Cabral. A sua experiência em Moçambique, nos estudos do Vale do Zambeze no âmbito da construção da barragem de Cahora Bassa é também referida. Quando regressa a Lisboa em 1959, passa pelo o ensino, tendo chegado a ser Director do Magistério em Setúbal.
Grande parte da entrevista é dedicada à Missão Geográfica de Angola (MGA), na qual descreve os seus objectivos, a sua criação, o funcionamento, etc. Luís Crespo de Carvalho participou em várias campanhas, dando destaque à campanha de astronomia de azimutes que realizou em 1973. Nesta entrevista, relata alguns episódios do trabalho de campo, o relacionamento com os outros elementos das equipas e o posterior trabalho de gabinete. Descreve a evolução que observou em Angola no período entre 1956 e 1974, quer a nível económico, social e político. Refere os principais resultados da MGA, nomeadamente a produção de cartas, e destaca o desenvolvimento ocorrido ao longo dos anos ao nível dos equipamentos, da logística e das próprias metodologias de observação e cálculo.
Local Lisboa
Data 2009-12-11
Língua Português
Palavras-chave / Keywords
1.Geodesia
2.Angola
3.Engenharia geográfica
4.Movimentos estudantis
5.Acção Católica
6.Instituto Geográfico Cadastral
7.Açores
8.Fotogrametria
9.Nivelamento
10.Triangulação
11.Brigada dos Estudos Oceanográficos
12.Cartografia
13.Mineira do Lobito
14.ARTOP
15.Companhia Angolana de Agricultura
16.Amílcar Cabral
17.Gilberto Freire
18.Política Colonial
19.Cahora Bassa
20.Missão Geográfica de Angola
21.Instrumentos e Equipamentos Científicos
22.Eng.º Pereira Bastos
23.Eng.º Sousa Afonso
24.Eng.º Frias de Barros
25.Eng.º Rui Pereira
26.Operadores geodetas
Tipo de recurso moving image
Suporte Mini-dv
Entrevistador Cláudia Castelo
Registo e Edição Rogério Abreu
Copyright IICT
Proveniência Projecto «Património científico: colecções e memórias»
Instituição Detentora IICT
 
 
Access Statistics: 525 Abstract Views, 154 File Downloads Detailed Statistics
Created: Tue, 23 Oct 2012, 11:30:00 WET by Administrator. Detailed History
Preview (click the image for a larger version)