IICT ACTD

Depoimento de António Esteves Gonçalves

Depoimento de António Esteves Gonçalves. 2010-05-04.
Document type: MO multimedia
Collection: Memória oral  
Attached Files
Name Description MIMEType Size Downloads
ACTD_Depoimento_AEG.pdf   application/pdf 112.86KB 13
AEG.mp4   Video video/mp4 67.58MB 48

Título Depoimento de António Esteves Gonçalves
Entrevistado António Esteves Gonçalves
Biografia Resumida Nasceu em Évora, em 1939. Licenciado em Ciências Biológicas pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (1968), com o curso de Ciências Pedagógicas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1970), foi professor da Escola Comercial Ferreira Borges, em Lisboa (1970-75) e assistente (1970-71) e investigador (1971-73) da Missão Botânica de Angola e Moçambique. Investigador do Instituto de Investigações Científicas do Ultramar / do IICT (1974-2004). Actualmente está aposentado. Investigação na área da taxonomia vegetal.
Resumo "Nesta entrevista, António Esteves Gonçalves fala-nos do seu percurso académico e dos professores que o marcaram, nomeadamente no período conturbado do início dos anos 1960, tendo concluído o curso de Ciências Biológicas, na Faculdade de Ciências da Universidade Clássica de Lisboa, e o curso de Ciências Pedagógicas, na Faculdade de Letras da mesma universidade. Refere o seu ingresso na Missão Botânica de Angola e Moçambique (MBAM) em 1979, dando assim início à sua actividade enquanto investigador na área da botânica sistemática. Juntamente com o Doutor Rocha da Torre, efectua estudos sobre a flora de Moçambique, fazendo a publicação das famílias Meliáceas e Rizoforáceas. Descreve as metodologias de trabalho da MBAM, não apenas os trabalhos de gabinete, que tinham em vista a descrição e estudos das plantas colhidas pela Missão, mas também a preparação da logística necessária ao trabalho dos colectores no terreno, o trabalho de colheita dos espécimes propriamente dito, o contacto com as populações locais, etc. Durante a entrevista, são referidos também os contactos da MBAM com outras instituições nacionais e estrangeiras, como a Universidade de Coimbra, o Museu de História Natural de Londres ou o Herbário de Kew. Compara ainda as metodologias clássicas utilizadas pela MBAM e essas instituições, bem como analisa a evolução da botânica sistemática com a inclusão de novas tecnologias e técnicas, que a aproximam ao campo dos estudos genéticos. Com a extinção da MBAM em 1973, António Esteves Gonçalves é integrado no Centro de Botânica e é nesse contexto que refere as missões à Guiné-Bissau realizadas na década de 1990, destacando os trabalhos efectuados sobre a Região do Cacheu e sobre o Cantanhez. Faz ainda um balanço da actividade e do impacto da MBAM, do Centro de Botânica e respectivo herbário, principalmente na área da botânica sistemica e no conhecimento da flora dos países africanos de língua portuguesa.
No final, o entrevistado recorda a sua infância e adolescência, nomeadamente os estudos secundários em Évora, e as actividades que fazia nos tempos livres, e ainda a sua actividade de docente no ensino secundário."
Local Lisboa
Data 2010-05-04
Língua Português
Palavras-chave / Keywords
1.Botânica sistemática
2.Missão Botânica de Angola e Moçambique
3.Centro de Botânica
4.Rocha da Torre
5.Eurico Sampaio Martins
6.Jorge Paiva
7.Carlos Ladeira
8.Universidade de Coimbra
9.Royal Botanic Gardens – Kew
10.Guiné-Bissau
11.Adélia Diniz
12.Luís Catarino
13.Herbário
Tipo de recurso moving image
Suporte Mini-dv
Entrevistador Cláudia Castelo
Registo e Edição Rogério Abreu
Copyright IICT
Proveniência Projecto «Património científico: colecções e memórias»
Instituição Detentora IICT
 
 
Access Statistics: 308 Abstract Views, 61 File Downloads Detailed Statistics
Created: Mon, 05 Nov 2012, 11:20:00 WET by Administrator. Detailed History
Preview (click the image for a larger version)